Sensação de Desespero ao Buscar Emprego

Veja em Entrevistas RH – Artigos Diversos sobre Recrutamento e Seleção

 

A-Sensacao-de-Desespero-na-Procura-de-EmpregoAbaixo estão 6 dicas para vencer a sensação de desespero ao buscar emprego, para ajudá-lo a se sentir como se estivesse no assento do motorista. 

2020 viu a maior taxa de desemprego desde 1948. Infelizmente, isso deixou muita gente em busca de emprego em um mercado de trabalho cada vez mais difícil. Se não for ruim o suficiente que o processo de procura de emprego seja uma montanha-russa emocional deixando você empolgado em um dia e totalmente derrotado no outro, as pessoas estavam enfrentando desafios de uma pandemia. Nem sempre esperamos que o processo de procura de emprego seja tão emocional quanto é, mas essas emoções podem deixar a pessoa sem esperança, como se nunca fosse encontrar o emprego certo para ela.

Os candidatos são conhecidos por apresentarem dezenas de candidaturas a empregos para os quais são qualificados e não tiveram resposta. Colocar-se no esforço de pesquisar e preencher pedidos, tudo para ficar sem nada, pode ser difícil e desanimador. Sem mencionar que os recrutadores estão transformando você em fantasmas, uma empresa que não preenche o cargo depois de você passar 6 semanas entrevistando e e-mails de rejeição constante. Não dá a sensação de que você tem muito controle sobre a situação.

Infelizmente, a sensação de desespero ao buscar emprego é natural no processo de trabalho. Há uma tonelada de conteúdo sobre como se manter com a mentalidade certa durante a procura de emprego, porque os pesquisadores mostraram como isso é emocionalmente desgastante. Esta pesquisa é extremamente importante para que as equipes de RH e de recrutamento entendam, pois ela abrange o processamento das emoções.

Para mim, não só preciso ter a mentalidade certa, mas também preciso agir. Preciso sentir que estou fisicamente fazendo algo para mudar a maré a meu favor na hora de procurar um emprego. A mentalidade é importante, mas não é o suficiente para mim. Eu me sinto mais no controle quando estou agindo. 

Espero que essas táticas o ajudem a abandonar essa sensação de desespero ao buscar emprego, mas façam você se sentir no controle.

1ª.  Mantenha uma lista de recrutadores

Todos nós somos contatados por recrutadores: recrutadores de empresas, recrutadores de agências e recrutadores freelance. Dependendo do momento e da função, pode não resultar em uma oferta. Apesar do resultado, não precisa ser de todo ruim. Esse recrutador lida com centenas de candidatos, várias empresas e funções ainda mais abertas. Embora todos digam: “Manteremos o seu currículo arquivado e entraremos em contato com você se houver mais informações”, quase nunca o fazem.

Eu mantenho um banco de dados de todos os recrutadores com quem falo. Dessa forma, quando estou procurando emprego, tenho uma biblioteca de recrutadores a quem posso entrar em contato. Isso permite que você mantenha seu nome no topo da mente deles, ao mesmo tempo que verifica periodicamente se alguma função foi disponibilizada.

2ª.  Gerenciar expectativas

Todos nós temos a fantasia de um processo de contratação incrivelmente rápido que termina com poucas entrevistas, um processo rápido, uma oferta de emprego e mais dinheiro do que poderíamos ter imaginado.

Parece ótimo, certo?

É importante gerenciarmos nossas próprias expectativas do processo. Colocar essas expectativas irreais no universo torna tudo mais difícil quando o empregador em potencial pede mais uma entrevista que você não esperava, ou oferece uma entrevista que você não esperava.

Vá para o processo aberto a todas as possibilidades. Para mim, sempre espero uma oferta menor do que desejo e estou preparada para negociar. Espero um processo mais longo do que espero. Por fim, procuro não dar muita emoção à possibilidade de conseguir o emprego. Como alternativa, dou minha emoção ao processo: à pesquisa da empresa de antemão, preparando meu currículo, e paixão durante a entrevista. 

3ª.  Revise seu currículo para o emprego

Esta é uma dica comum e é importante porque adverte contra o uso de um currículo para cada trabalho. Embora a dica seja comumente compartilhada, é extremamente importante seguir este conselho. A maioria dos empregos que as pessoas possuem é dinâmica, complexa e tem impacto em várias áreas. É impossível capturar a totalidade de sua função em um currículo. Revisar seu currículo para o cargo permite que você selecione as responsabilidades relevantes de suas funções anteriores que o tornam um candidato melhor para esta nova função.

Se você está buscando emprego na área de RH, meu conselho é fazer o curso de Seleção por Competências. Este curso lhe vai dar conhecimento e uma metodologia para realizar uma entrevista consistente e objetiva.
Com o início dos sistemas de aplicativos rápidos e instantâneos, é tentador ter um currículo que você possa usar rapidamente. Por exemplo, LinkedIn e Indeed oferecem soluções incríveis onde você pode enviar um currículo e, dependendo das configurações do empregador, você pode se candidatar ao emprego com seu currículo pré-carregado em um clique. Essa facilidade no processo de aplicação é atraente como um recurso autônomo. Combinado com o fato de que os candidatos a emprego geralmente precisam se candidatar a muitos empregos durante este mercado difícil, recursos fáceis de aplicar são bem conhecidos e usados.

Apesar de tudo isso, eu recomendo fortemente que você reserve um tempo para aplicar e personalizar seu currículo para cada função. Enquanto os candidatos trabalham para adotar essa prática, as empresas devem trabalhar para interromper a prática de solicitar que você carregue seu currículo e, em seguida, digitar manualmente todas as mesmas informações em campos pré-determinados.

4ª.  Proteja sua marca

O ideal é que, antes de iniciar a procura de emprego, você faça uma visão geral de como sua marca se parece para um observador externo. Isso pode incluir sua foto do LinkedIn, perfil do LinkedIn, seu currículo, comentários ou postagens em outros sites profissionais, etc. Você também pode realizar essa tarefa durante a procura de emprego, embora antes seja sempre melhor.

Sua marca consiste em qualquer coisa que um potencial empregador possa ver sobre você. Isso pode incluir a quais organizações profissionais você pertence e para quais sites contribui.

Gerenciar sua marca durante o processo de procura de emprego é uma ótima maneira de recuperar o sentimento de desesperança. Também é uma boa prática fazer periodicamente. ‘Marcas pessoais’ é um tópico que está sempre mudando. No YouTube temos alguns bons vídeos sobre como gerenciar sua marca profissional.

5ª.  Network

“Não é o que você conhece, é quem você conhece.” Infelizmente, isso é muito mais comum do que gostamos de pensar. O networking é uma parte crítica do desenvolvimento de sua carreira e de ajuda na procura de emprego. 

Talvez não o ajude nesta busca de emprego, mas em algum momento, será benéfico. Sem mencionar que o networking é apenas uma boa prática e uma ótima maneira de construir relacionamentos.

Entre em contato com colegas de seu setor em sites de relacionamento. (Após COVID) Junte-se a eventos de networking.
Seja visto para ser lembrado.
Embora possa não ter retornos imediatos, pode acontecer no longo prazo.

6ª.  Lembre-se de que você não é a cereja do bolo

Não importa o quão forte seja sua formação, você não será o certo para todas as funções. Eu vou dizer isso de novo – você não será o certo para todos os papéis … e está tudo bem. Você poderia ter o melhor currículo do mundo, mas às vezes seu conjunto de habilidades, não importa o quão bom seja, simplesmente não está de acordo com o que uma empresa está procurando.

Existem milhares de empresas, milhares de gerentes de contratação e milhares de funções. Apesar de sua sólida experiência profissional, educação, elogios e outros atributos, às vezes uma empresa está simplesmente procurando outra coisa. Em minha própria experiência pessoal, me candidatei a empregos em que tive experiência direta por anos e fui rejeitado e a sensação de desespero ao buscar emprego, é grande.
Quando questionada, a empresa citou que procurava alguém com mais experiência sindical, apoiava uma população de funcionários diferente, trabalhava em uma jurisdição específica ou tinha mais experiência na função X.

Existe uma quantidade infinita de equações por aí.

Sentir uma sensação de desespero na procura de emprego é natural. Ninguém gosta de rejeição e essa rejeição tende a ferir nossos egos; isso nos desencoraja. Independentemente disso, devemos lembrar que a função certa existe e precisamos perseverar para encontrá-la.

Charles abramo


Gostaria de receber mais informações internacionais sobre R   H e Recrutamento e Seleção?
Nós buscaremos para você.
Deixe seu comentário.

Assista o nosso vídeo com as principais dicas para realizar uma excelente entrevista com base comportamental.

Assista o nosso vídeo com as principais dicas para realizar uma excelente entrevista com base comportamental. Clique Aqui

download
Reproduzir vídeo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no skype
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

Artigos Recentes

Tutorial Semanal

Assista o nosso vídeo com as principais dicas para realizar uma excelente entrevista com base comportamental. Clique Aqui

download (1)-280
Reproduzir vídeo

SELEÇÃO POR COMPETÊNCIAS

Conheça nosso curso com metodologia avançada de seleção com base em competências.
Scroll Up

Formulário de contato

Preencha o formulário abaixo,
que responderemos o mais breve possível.